Medidas contra violência armada nos EUA anunciadas por Obama inclui videogames

Por Redação Arena | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Governo norte-americano financiará pesquisas para buscar relação entre videogames e violência

Divulgação
Joe Biden e Barack Obama

Nesta quarta-feira (15), o Presidente Barack Obama anunciou 23 medidas para a diminuição da violência armada nos EUA, incluindo uma para entender a relação entre video games, “imagens de mídia” e violência. As medidas foram elaboradas pelo vice-presidente dos EUA, Joe Biden, após uma solicitação do próprio Barack Obama, após o massacre na escola primária Sandy Hook, em Connecticut, EUA, que resultou na morte de 20 crianças e seis adultos.

O anúncio vem poucos dias após Biden convocar membros da indústria de games para uma extensa reunião de três dias na Casa Branca, da qual participaram os presidentes da EA, John Riccitiello, da Activision Publishing, Eric Hirshberg, da ZeniMax Media, Robert Altman, da ESA (Entertainment Software Association), Michael Gallagher, dentre outros nomes de peso, além de pesquisadores e educadores. O cerne da discussão foi a possibilidade de influência dos videogames nos jovens, e como a indústria dos jogos poderia tomar atitudes que melhorassem sua imagem ao público que não a consome.

“Nós sabemos que não existe uma resposta única.”, disse Biden, na ocasião. "E, sinceramente, nem mesmo sabemos se algumas das coisas que as pessoas acham que impactam isso de fato impactam ou não”, afirmou, citando em seguida uma miríade de organizações e instituições que também trariam seus pontos de vista sobre a questão, além da indústria dos videogames.

De acordo com a ESA, o diálogo entre Biden e a indústria de games foi produtivo, e que a ideia defendida pela indústria foi a de que nenhuma pesquisa científica até hoje foi capaz de fazer uma conexão causal entre os videogames e a violência na vida real.

Apesar disso, a medida que inclui os videogames, anunciada no plano contra a violência armada nesta quarta-feira, prevê o financiamento de US$ 10 milhões em pesquisas lideradas pelo Centro de Controles de Doenças e Prevenção (agência do Departamento de Saúdo e Serviços Humanos dos EUA), com o objetivo de estabelecer alguma relação entre videogames e violência.

Leia tudo sobre: violênciaBarack ObamaEUASandy HookEstados Unidos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas