A incrível simetria arquitetônica de BioShock Infinite

Por Henrique Sampaio | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Jogo traz cenários inspirados no neoclassicismo e no período de florescimento econômico pós-Revolução Industrial dos EUA

A simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: ReproduçãoA simetria em BioShock Infinite. Foto: Reprodução

O ano mal começou e já temos o maior concorrente a jogo do ano. Não é à toa que BioShock Infinite está sendo tão aclamado: além de possuir tudo o que um bom jogo deve ter, traz uma ficção rica sobre os valores norte-americanos do início do século XX, sendo ao mesmo tempo uma história calcada em um dos períodos mais sombrios da história da América do Norte e uma crítica ao extremismo político associado à doutrinação religiosa e ideologias discriminatórias.

Deixando de lado a distopia submersa de Rapture, do jogo original, Infinite se passa em Columbia, uma cidade flutuante fictícia construída pelos EUA, que carrega muito do estilo neoclássico que predominava no começo de 1900, período em que se passa a história do jogo. A tradição e conservação dos valores estabelecidos manifestam-se pelo equilíbrio estático clássico da simetria de suas construções. O fato da cidade estar sobre as nuvens, "no paraíso", reforça ainda mais a teocracia que toma conta de Columbia.

Uma das principais influências para a concepção de Columbia foi a Exposição Colombiana de Chicago de 1893, que serviu para divulgar os progressos tecnológicos decorrentes da Revolução Industrial e até hoje é visto como um símbolo do Excepcionalismo Americano, ideologia que prega os EUA como uma nação líder, destinada a guiar o resto do mundo rumo à democracia e à liberdade - e ao "direito" de invadir terras estrangeiras. 

Veja abaixo algumas imagens da Exposição Colombiana de Chicago de 1893, que serviu de inspiração para a criação de Columbia:

Reprodução
World's Columbian Exposition
Reprodução
World's Columbian Exposition
Reprodução
World's Columbian Exposition
Reprodução
World's Columbian Exposition
Reprodução
World's Columbian Exposition
Reprodução
World's Columbian Exposition

Reprodução
World's Columbian Exposition


Leia tudo sobre: BioShock InfinitePCX360PS3Irrational Games2K Gamesarquiteturasimetriacultura

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas