Mobile: diversão rápida e acessível na ponta dos dedos

Dos mais simples aos mais complexos, jogos já são uma febre nos smartphones

Caio Corraini |

Hoje em dia, com a evolução cada vez mais rápida dos celulares e outros dispositivos móveis, como os tablets, para facilitar a categorização da palavra “mobile”, iremos nos focar nos sistemas operacionais que movem estas máquinas, ao invés de nos ater a modelos específicos de aparelhos ou fabricantes.

Divulgação
O iPhone já se tornou uma verdadeira plataforma de jogos
Atualmente o mercado de games para celulares e tablets está dividido principalmente entre Apple e Google , devido a popularidade dos aparelhos que se utilizam de seus sistemas operacionais – iOS e Android , respectivamente – e também pela facilidade em obter títulos em suas lojas virtuais.

A App Store e o Android Market contam hoje com mais de 750 mil aplicativos, dentre eles muitos games de sucesso e donos de marcas significativas de vendas.

Como no mercado dos computadores, os celulares e tablets possuem configurações específicas de hardware que variam de aparelho para aparelho, de fabricante para fabricante. Portanto, se o objetivo é comprar um dispositivo mobile com poder suficiente para rodar os jogos mais avançados graficamente, fique de olho nas configurações disponíveis que arquem com o consumo de processamento e memória necessários para tal.

Tal variedade é exclusiva do Android, que é utilizado por inúmeras fabricantes em seus aparelhos. Entretanto, do lado da Apple, a situação muda de figura já que o iOS só está disponível nos produtos da empresa, como iPhone , iPod Touch e iPad .

Divulgação
Equipado com Android, Xperia Play é smartphone da Sony Ericsson ideal para games

Com o sistema operacional do Google, a faixa de preço dos aparelhos é bem abrangente e cabe em uma quantidade maior de bolsos, indo de R$ 300 nos mais simples e menos potentes, até R$ 2 mil para tablets e celulares mais avançados. Já a Apple não é reconhecida por oferecer custos “populares” (pelo menos aqui no Brasil), indo de R$ 749 do iPod Touch, até R$ 2.599 do iPad 2 com 3G.


    Leia tudo sobre: iPhoneiPadiPod TouchAppleAndroidmobile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG